A reforma do calendário juliano e a adoção do calendário gregoriano

Jesus nasceu em plena vigência do uso de dois calendários distintos: o romano (AUC – Anno Urb Conditae), cujo tempo era contado desde a fundação de Roma, e o calendário juliano instituído por Júlio Cesar em 46 AC.

O calendário gregoriano, aquele que usamos em nossos dias, foi promulgado pelo papa Gregório XIII em 24 de Fevereiro de 1582 em substituição ao calendário Juliano, vindo a ser implantado no mesmo ano, no dia 15 de Outubro.

Foi o resultado de um trabalho de cinco anos com o objetivo de corrigir um erro de onze dias  acumulados pelo calendário juliano, fazendo assim regressar o equinócio da primavera  do hemisfério norte a 21 de Março.

Em astronomia, equinócio é o instante em que o Sol, conforme visto da Terra, cruza o plano do equador celeste, redundando em que o dia e a noite duram o exatamente o mesmo tempo. O significado da palavra equinócio (noites iguais) vem do latim aequos (igual) e nox (noite), ou seja, dia e noite com exatamente 12 horas. Os equinócios ocorrem nos meses de Março e Setembro, definindo assim a mudança nas estações. Em março inicia a primavera no hemisfério norte, e o outono no hemisfério sul; em Setembro ocorre o inverso, iniciando a primavera no hemisfério sul e o outono no hemisfério norte.


 Desta forma, a reforma gregoriana fez com que o dia seguinte a 4 de Outubro de 1582, uma quinta-feira no calendário juliano, fosse o dia 15 de Outubro, sexta-feira, no calendário gregoriano, eliminando desta forma os 11 dias acumulados desde 46 AC pelo fato de o ano juliano ser 11 minutos mais longo que o gregoriano.

Outubro de 1582 no calendário juliano – salto de 11 dias para o gregoriano

Para evitar que esta diferença voltasse a se acumular, foi definido que os anos seculares (múltiplos de 100) só seriam bissextos se fossem divisíveis por 400. No calendário juliano todos os anos seculares (1500, 1600, 1700, 1800, etc) eram considerados bissextos, com um dia a mais.

Enquanto a duração do ano juliano era de 365,25 dias (365 dias e seis horas), o  ano Gregoriano dura em média 365 dias, 5 horas,  49 minutos e 12 segundos, ainda assim, mesmo após a correção, somando atualmente mais 27 segundos do que o ano trópico, o que vai redundar que nos próximos 3.000 anos vai haver um dia a mais que teria que ser corrigido no futuro.

Portugal, Espanha e Itália adotaram imediatamente o novo calendário. Vários países europeus o fizeram ainda no século XVI e  outros no decorrer do tempo. Os últimos países a adotar o calendário gregoriano foram a Grécia em 1923 e a Turquia em 1926.

Na estrutura semanal do calendário gregoriano, a língua portuguesa, entre outras, trata o dia do descanso como Domingo, dia do Senhor (Dominus dei).  No ingles, por exemplo, o Domingo é chamado Sunday, dia do Sol, o que remonta o culto pagão de deificar os astros, uma tradição que se estende aos demais dias em outras línguas.

Segunda-feira, em ingles é Monday, em espanhol Lunes, e em frances Lundi, em homenagem à Lua, que depois do Sol era o astro que mais impressionava os homens, sobretudo pela influência que exercia sobre as marés;
Terça-feira homenageia Marte, que na mitologia romana era o senhor da guerra;
Quarta-feira é dedicada a Mercúrio, deus do comércio;
Quinta-feira é o  dia de Júpiter, pai dos deuses pagãos;
Sexta-feira é devotada a Venus, a deusa do amor;
Sábado é o dia de Saturno, que era adorado pelos romanos como o deus que representava o tempo, equivalente ao Cronos grego. Na lingua inglesa  Saturno é homenageado como Saturday.

Vê-se que o  Sábado é na maioria das línguas latinas nitadamente influenciado pelo termo hebraico Shabbath, dia do descanso da Lei de Moisés.

2 comentários

Filed under Uncategorized

2 responses to “A reforma do calendário juliano e a adoção do calendário gregoriano

  1. Pingback: Índice (clique para acessar) | Cronologia da Bíblia

  2. milton ângelo

    Por que nada se escreve sobre o início do ano 2016, ou seja o que marca o ano 1 ou o dia 1o.(primeiro). Em que cidade teve início o dia primeiro e qual foi o fato importante que o marcou ?