A volta de Jacó a Canaã

1697 AC – (Anno Mundi 2199) – Jacó cumpre 14 anos de trabalho
Após o nascimento de José, cumpridos os 14 anos em que trabalhara para pagar o dote de suas duas esposas, Jacó comunicou a seu sogro que pretendia voltar para a casa de seus pais (Gn 30:25). Labão convence Jacó a ficar mais tempo, seis anos, onde trabalharia agora em troca de um salário.

1697 AC – (Anno Mundi 2199) – Jacó trabalha mais 6 anos para Labão
E assim, Jacó fica por mais 6 anos, entre 2199 AM e 2205 AM, com a vantagem de agora poder ficar com parte do rebanho que viesse a nascer. Assim, Deus abençoou grandemente o trabalho de Jacó, de maneira que nestes 6 anos veio a se tornar um homem muito próspero. Cumprido este tempo, o Senhor disse a Jacó que retornasse a Canaã (Gn 31:3), e assim o fez.

1691 AC – (Anno Mundi 2205) – Jacó (97 anos) retorna a Canaã
Pela prestação de contas de Jacó a Labão, temos o cálculo do tempo que Jacó passara em Padã-Arã, conforme com Gn 31:41: “Tenho estado agora vinte anos na tua casa; catorze anos te servi por tuas duas filhas, e seis anos por teu rebanho”. Seria o Anno Mundi 2205. (2185+ 20), quando Jacó teria 97 anos de idade.

Para efeito prático, registramos aqui a idade dos filhos de Jacó quando sairam de Padâ-Harã: Ruben, o mais velho, 13, anos, Simeão – 12 anos, Levi – 11 anos, Judá – 10 anos, Dã – 10 anos, Naftali – 9 anos, Gade – 9 anos, Aser – 8 anos, Issacar – 8 anos, Zebulon – 7 anos, Diná – 6 anos, e José – 6 anos.

1691 AC – (Anno Mundi 2205) – Deus muda o nome de Jacó para Israel
A caminho de Canaã, nas cercanias de Peniel, depois de cruzar o Rio Jaboque, Deus muda o nome de Jacó para Israel, conforme escrito em Gn 32:28: “Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste”.

É importante observar o contexto deste acontecimento com bastante cuidado: Jacó permanecera por 20 anos sob o teto de seu sogro e ve-se claramente que Deus usou Labão para moldar a personalidade de Jacó. Labão era sem dúvida um homem em condição de lidar com a esperteza de Jacó na mesma medida em que este trapaceou seu irmão Esaú.

Os 20 anos com Labão claramente retocaram a personalidade de Jacó. A mudança de nome no Jaboque significa o reconhecimento de Deus sobre o fato de que Jacó era uma nova pessoa, passou de “suplantador”, significado do nome Jacó, para “príncipe de Deus”, significado do nome Israel.

O episódio nos revela dois pré-requisitos para recebermos as bençãos de Deus: primeiro devemos admitir a verdade sobre nosso caráter, e segundo, precisamos desejar ser quebrados espiritualmente assim como Jacó foi quebrado fisicamente.

Vários epsódios aconteceram neste mesmo ano, conforme o gráfico anterior, culminando com o encontro de Jacó com seu irmão Esaú e seu estabelecimento em Siquem, onde viverá por cerca de dois anos.

Anúncios

5 comentários

Filed under Uncategorized

5 responses to “A volta de Jacó a Canaã

  1. Pingback: Índice (clique para acessar) | Cronologia da Bíblia

  2. Juarez

    O EVANGELHO SEGUNDO
    MATEUS
    Livro da geração de Jesus Cristo. C-1, V-16, esta escrito que Jacó gerou a
    José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus, quem é este Jacó?
    se for respondido, eu agradeço. Tenha um bom dia.

  3. Prezado Juarez,

    Mt 1:16 “E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.”

    Este Jacó é o pai de José, marido de Maria.

    É interessante perceber que Lucas nos dá a genealogia de Jesus pela ascendência de José, pai de Jesus por adoção, que era descendente de Salomão, filho de Davi. Lucas nos dá a genealogia pela ascendência de Maria, que também era descendente de Davi, mas pela linha de seu filho Natã (Lc 3:31).

    Vemos então que Jesus tinha de todas as maneiras direito ao trono de Israel.

    Mas é preciso entender os objetivos distintos dos dois evangelistas: enquanto o Evangelho de Mateus foi dirigido aos judeus, e desta forma mostra Jesus como descentente de Abraão, o pai da nação, o de Lucas tem um caráter mais universal, o que é demonstrado na ascendência que regride até Adão, o pai de todos nós.

    Em Lucas 3:23 nós lemos que “… Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava) filho de José”. Este José se refere ao pai de Maria e não a seu marido, e desta forma pode causar alguma confusão.

  4. RENEE RICARDO

    TENHO DUAS DÚVIDAS:


    Após o nascimento de José, cumpridos os 14 anos em que trabalhara para pagar o dote de suas duas esposas (ESSA AFIRMAÇÃO NÃO ME PARECE TER SENTIDO, DE ACORDO COM O RELATO BÍBLICO. TEM COMO EXPLICAR MELHOR?)


    Para efeito prático, registramos aqui a idade dos filhos de Jacó quando sairam de Padâ-Harã: Ruben, o mais velho, 13, anos, Simeão – 12 anos, Levi – 11 anos, Judá – 10 anos, Dã – 10 anos, Naftali – 9 anos, Gade – 9 anos, Aser – 8 anos, Issacar – 8 anos, Zebulon – 7 anos, Diná – 6 anos, e José – 6 anos. COMO POSSO ENTENDER OU PESQUISAR, MELHOR ESSA AFIRMAÇÃO ?

  5. Oi Renee, Veja o artigo da página anterior que tem estas respostas: https://cronologiadabiblia.wordpress.com/2010/12/15/o-nascimento-dos-filhos-de-jaco/

    A cronologia tem um índice. Consulta lá quando quiser achar um assunto. Espero que resolva a dúvida, caso contrário, avisa. Abc